Como escolher Protetores para Para-Choques

Com a variedade de modelos e a diminuição do espaço, um problema vem chamando a atenção de diversos motoristas: os carros estão grandes demais e as garagens cada vez menores. O problema é que esse fator acaba fazendo com que os para-choques sejam os mais impactados na hora de deixar seu automóvel seguro em sua casa e estragar o para-choques pode deixar de ser vantajoso na hora de vender seu carro.

Para evitar qualquer dano, você pode investir em protetores para para-choque. Mas você sabe em qual deles investir? Nesse artigo, nós te explicaremos como escolher o protetor ideal para o seu automóvel. 

Área de cobertura dos protetores de para-choques

Um dos principais pontos a serem observados quando falamos de protetores de para-choques é a área de cobertura que ele oferece. Isso porque quanto maior ela for, mais seguro o seu carro estará na garagem. 

Entre as opções oferecidas no mercado estão os produtos com área de cobertura de 40 centímetros de altura, 4 centímetros de largura e 7 centímetros de espessura; os que possuem 50 centímetros de altura, 14 centímetros de largura e 3,5 centímetros de espessura e também os de 30 centímetros de altura, 8 centímetros de largura e 5,5 centímetros de espessura. 

Entre as opções oferecidas no mercado estão os produtos com área de cobertura de 40 centímetros de altura, 4 centímetros de largura e 7 centímetros de espessura; os que possuem 50 centímetros de altura, 14 centímetros de largura e 3,5 centímetros de espessura e também os de 30 centímetros de altura, 8 centímetros de largura e 5,5 centímetros de espessura. 

Tudo dependerá da altura de seu carro, do tamanho da garagem e também da espessura necessária. Isso porque, às vezes, o espaço é tão pequeno que nem mesmo a espessura do protetor de para-choques é suficiente. 

SUV´s necessitam de maior altura. Por isso, fique atento à necessidade de seu veículo antes de realizar a compra.

Material ideal para os protetores de para-choques

Outro ponto que deve ser levado em consideração é o material utilizado na fabricação das peças. Afinal, se ela vai proteger o seu carro, é preciso que seja resistente o suficiente, mas também macia para não causar nenhum dano na lataria de seu veículo, como riscos e amassados. 

No mercado existem protetores com borrachas mais duras e mais macias, os especialistas recomendam que você analise bem a espessura e também a qualidade do material, só assim você encontrará a que se encaixa melhor em sua necessidade. 

Instalação

Os especialistas também avisam que o modo como os protetores de para-choques são instalados devem ser muito bem analisados. Existem os protetores fixados com adesivos e os que necessitam de parafusos. Apesar de acreditarmos que os produtos que usam parafusos são mais seguros, já que têm a fixação superior, é preciso levar em conta outro aspecto. Isso porque o parafuso pode danificar a lataria de seu carro, causar risco e até mesmo amassar a área, dependendo da pressão colocada na hora de estacionar. 

Por isso, se você está de olho naquele veículo no Só Carrão que parece grande demais para a sua garagem, saiba que agora você pode adquiri-lo e se certificar que ele ficará seguro. 

Fonte: https://revista.socarrao.com.br/no-socarrao/dr-socarrao/como-escolher-protetores-para-para-choques/