Identificando A Fumaça Do Escapamento

Um motor que esteja funcionando corretamente não deve expelir nenhuma fumaça visível pelo escapamento. Logo, alguns problemas no motor podem ser facilmente detectados, apenas observando-se a fumaça que sai pela tubulação. Exceto pela fumaça branca, que se dissolve rapidamente no ar, geralmente em dias frios e quando a temperatura do motor ainda está baixa, um motor expelindo fumaça tem problemas. Em São Paulo, se o seu carro estiver apresentando um desses problemas você não conseguirá sequer licenciá-lo. Vamos, então, dar alguns exemplos que podem ser aplicados em motores à alcool, gasolina e/ou GNV.


FUMAÇA BRANCA:

A fumaça branca, indica que o líquido de arrefecimento (do radiador) está sendo queimado na câmara de combustão. O bloco do motor e o cabeçote tem diversas passagens para o líquido de arrefecimento. Geralmente isto acontece quando alguma junta do motor está danificada, queimada ou rompida.

Outro sintoma: o nível do líquido de arrefecimento baixa rapidamente.

Falsa Fumaça Branca: em dias  frios, ao ligar o motor, um vapor denso e branco pode ser produzida, mas em seguida pára, assim que o motor esquentar. Isto é apenas efeito do ar frio sendo condensado é não deve ser considerado um problema.


FUMAÇA AZULADA:

Esta é a mais grave. Quando é azul, indica que há óleo do motor sendo queimado na câmara de combustão, o que poderá danificar seriamente o motor por falta de lubrificação. Nos casos mais comuns o problema está nos anéis de pistão que podem estar muito desgastados ou quebrados. Em resumo, esta fumaça azulada indica que o seu motor precisa urgentemente de reparo e dificilmente escapará de ir para a retífica.

Outro sintoma: nível do óleo baixando rapidamente.

Mas cuidado, a cor é levemente azulada e pode ser confundida com a de cor branca.


FUMAÇA PRETA:

Ocorre quando a mistura ar-combustível está muito rica, ou seja, o carburador – ou a injeção eletrônica – está desregulado e injetando mais combustível do que deveria. Isto faz com que este combustível em excesso entre no escapamento ainda em combustão, formando esta fumaça preta. Porém, encontrar um pouco de fuligem na parte interna do tubo, deixando-o com uma sujeira preta, é normal. Mesmo assim, você deverá procurar um mecânico de confiança para realizar a limpeza, verificação das velas de ignição e regulagem do sistema de alimentação do seu carro.

Outro sintoma: consumo de combustível mais alto que o normal.

Fonte: https://motorsa.com.br/identificando-a-fumaca-do-escapamento/

Deixe uma resposta