você sabe qual a média de gastos com um carro no mês?

Uma questão que pesa bastante na decisão de comprar um carro são as despesas envolvidas. Além do preço do carro, existem outros pontos que merecem atenção. Será que você sabe qual é a média de gastos com carro por mês? É sobre isso que vamos falar neste artigo!

Quais os gastos com carro mais comuns?

Os gastos com carro começam no momento em que você decide comprá-lo. As primeiras despesas são aquelas pagas para o Detran, relativas ao registro ou transferência e, para quem compra à vista, o valor pago para adquirir o carro.

Em seguida vêm os gastos impossíveis de serem evitados. Dentre eles estão licenciamento, IPVA, seguro obrigatório DPVAT, revisões, manutenções e combustível. Você pode optar por ficar sem seguro particular, mas isso definitivamente não é recomendado, então já adicione também esse gasto à lista. Podem existir ainda as parcelas, para aqueles que optaram por comprar o carro financiado.

Existem outros gastos com carro que são variáveis ou imprevisíveis, como estacionamento, lavagem, pedágio e multas.

E, afinal, quanto se gasta mensalmente com um carro?

O valor mensal de gastos com carro varia de acordo com o modelo do veículo e com a região. Carros populares costumam custar menos também para serem mantidos, assim como carros mais caros custam mais.

Como exemplo podemos citar uma estimativa realizada pela Revista Exame em 2016, que calculou que um Chevrolet Onix na versão 1.0 LS teria os seguintes custos mensais: R$ 399 de juros do financiamento, R$ 385,42 de gasolina, R$ 153,28 de seguro, R$ 47,14 de revisões em concessionárias, R$ 78,33 de manutenção, R$ 31,78 de pneus e R$ 70,42 de impostos.

Por outro lado, um modelo SUV, o Honda HR-V na versão 1.8 EXL CVT, teria estes gastos mensais: R$ 994,73 de juros do financiamento, R$ 420,44 de gasolina, R$ 491,03 de seguro, R$ 86,11 de revisões em concessionárias, R$ 98,16 de manutenção, R$ 60,83 de pneus e R$ 153,22 de impostos.

Aqui listamos alguns gastos inevitáveis para que você possa ter uma noção de quanto pode vir a gastar mensalmente mantendo seu carro:

IPVA

O IPVA é pago anualmente e apenas veículos com mais de 20 anos ficam isentos desse imposto. O valor do IPVA é determinado pela Secretaria da Fazenda dos Estados e varia de 1% a 6% sobre o valor fixado na tabela fipe para o carro.

Seguro obrigatório DPVAT

seguro obrigatório DPVAT é também um gasto anual, que deve ser pago à vista, junto com o IPVA. O valor do DPVAT é definido anualmente de acordo com os índices de acidentes de cada categoria de veículo. 

Revisões e manutenções

A frequência recomendada para a realização de revisões normalmente é determinada pelo manual do proprietário do carro. Entretanto, uma frequência boa é a cada seis meses ou a cada 10 mil quilômetros rodados. O valor vai depender de qual revisão for realizada.

As manutenções são também inevitáveis, sendo as mais comuns as de óleo e de pneu. O custo anual estimado com manutenções é em torno de R$ 500.

Combustível

O valor gasto com combustível varia muito de acordo com o veículo e com a sua utilização. Porém, existe uma estimativa de que um carro que rode cerca de 30 quilômetros por dia consuma cerca de R$ 400 por mês de combustível.

Seguro particular

Alguns fatores considerados pelos seguros particulares para determinar o valor a ser pago são a idade, o sexo e o tempo de habilitação do responsável pelo automóvel e o modelo, ano e região de circulação do carro.

Alguns fatores considerados pelos seguros particulares para determinar o valor a ser pago são a idade, o sexo e o tempo de habilitação do responsável pelo automóvel e o modelo, ano e região de circulação do carro.

Motoristas mais novos, entre 18 e 24 anos, e com pouco tempo de habilitação costumam pagar mais caro. Carros com alto índice de furto e roubo acabam gerando valores mais altos de seguro também. A estimativa para um carro popular é que o seguro anual custe em torno de 5% do valor do veículo.

No final das contas vale a pena comprar um carro?

Só você pode responder isso após consultar o seu bolso e colocar os gastos com carro na ponta do lápis. O que recomendamos é pensar no carro como um investimento.

Seja pelo conforto, comodidade, praticidade ou necessidade, é possível considerar que um carro pode valer todos esses gastos. A alternativa, que seria depender de transporte público e outros meios de locomoção como táxi, só vale a pena realmente para quem utiliza pouco o veículo.

Fonte: https://revista.socarrao.com.br/no-socarrao/dicas-dr-socarrao/qual-a-media-de-gastos-com-carro-no-mes/