Como funciona o Scanner automotivo? Veja 4 motivos para fazer um diagnóstico no seu carro…

você está aqui:
< voltar

Você sabe como funciona o Scanner automotivo? Bom, alguma vez, ao dirigir o seu carro, a luz da injeção acendeu no painel sem você entender o motivo. Essa luz pode indicar qualquer tipo de problema no sistema de injeção, o qual levaria um dia inteiro ou mais para ser identificado por um profissional.

Esse tempo foi reduzido em minutos graças ao Scanner Automotivo, ferramenta utilizada nas linhas de montagem das fabricantes de veículos, que hoje em dia, está presente em oficinas especializadas por todo o país. Veremos aqui como funciona o Scanner Automotivo e quais as vantagens que ele traz para o seu carro.

O que é o Scanner Automotivo

O Scanner automotivo nada mais é que um aparelho que recebe e impulsiona, em tempo real, todos os parâmetros operacionais de injeção eletrônica do veículo, com a função de detectar e corrigir eventuais falhas no sistema.

Hoje há diversos modelos de Scanners no mercado, com acesso a diversas fabricantes de veículos, tanto importados quanto nacionais. O Scanner normalmente utiliza um plug chamado OBD, ou os mais recentes OBD II.

A sigla OBD significa “On-boarding-diagnostics” que quer dizer diagnóstico de bordo. Para ter informações mais precisas do funcionamento do veículo, como consumo de combustível, desempenho, emissão de poluentes entre outros, em 1996 nos EUA foi implementado que todo carro deveria ter o OBD. No Brasil, em 2010, isso se tornou lei para todos os carros fabricados daquele ano em diante.

Como funciona o Scanner Automotivo

Já sabemos o que é, mas e como funciona o Scanner Automotivo? Vamos começar pela ECU. A ECU do veículo trabalha com sensores e atuadores, que possuem uma resistência elétrica. Ela envia/recebe uma tensão que, na memória da ECU, está mapeada com um valor. Quando um desses valores esta errado, a ECU entende que alguma peça não está funcionando corretamente.

É ai que a luz do painel de instrumentos acende, dizendo que algo está errado com algum componente do veículo, por exemplo: o sensor lambda (sonda lambda) não está enviando a tensão dentro dos parâmetros mapeados. Sendo assim o Scanner apenas lê e identifica o que a ECU está querendo nos dizer. Através das leituras do Scanner, ele identifica o código do erro e o aponta.

Alguns Scanners além de apontar o código, informa aonde é o erro e o que está acontecendo com a peça envolvida. É possível também fazer a leitura do funcionamento do motor, verificar medidas como temperatura da água, temperatura do ar admitido, leitura da sonda lambda, entre outros sensores do motor. Essa leitura se é conhecida como modo contínuo. É interessante frisar que as informações são dadas de acordo como são interpretadas pelo Scanner.

Alguns veículos possuem comunicação entre suas próprias centrais (módulos), através da rede de comunicação do carro. Dependendo do veículo, é possível identificar problemas nessas outras redes do carro com a leitura do Scanner também.

4 Motivos para fazer um diagnóstico no carro

As vezes, quando uma luz do painel acende, pode significar um problema mínimo, como pode significar também um grande problema. Vamos ver agora 4 motivos para fazer um diagnóstico no seu carro.

  1. Vida útil do carro – Quando um problema é resolvido com rapidez e eficiência, evitamos que esse problema se prolifere por todo o carro. Sendo assim evitamos que a vida útil de peças que estão em bom estado, não se prejudiquem por peças danificadas.
  2. Quanto mais rápido identificar o problema, menor será o dano – Se a luz de injeção acender, é sinal que algo de ruim está por vir. O quanto antes for diagnosticado e resolvido o defeito no Scanner, menor será o dano no veículo, caso o veículo tenha sofrido com o defeito.
  3. O diagnóstico reduz drasticamente o tempo de manutenção – Passando o carro no Scanner e identificando o problema com antecedência, você pode evitar um trabalho/tempo desnecessário procurando o defeito no veículo.
  4. Custo da manutenção reduzido – Identificando o defeito, você consegue substituir somente as peças que estão com defeito, sem a necessidade de trocar peças adicionais que estão em bom estado, o que reduz o custo de manutenção também. O seu bolso agradece.

Na MixAuto, você encontra a peça que o seu carro precisa por um preço super especial! Visite o nosso site e confira: www.mixauto.com.br.

Quais os problemas mais comuns que o Scanner Automotivo identifica?

Normalmente, os maiores problemas que enfrentamos no Brasil é com o combustível de má qualidade. O que faz com que sensores que tem contato direto com o combustível sofram mais.

É mais comum vermos sensores de oxigênio (sonda lambda), bicos injetores e velas de ignição apontando defeito no scanner, além de sensor MAP, sensor MAF entre outros.

  1. Vida útil do carro – Quando um problema é resolvido com rapidez e eficiência, evitamos que esse problema se prolifere por todo o carro. Sendo assim evitamos que a vida útil de peças que estão em bom estado, não se prejudiquem por peças danificadas.
  2. Quanto mais rápido identificar o problema, menor será o dano – Se a luz de injeção acender, é sinal que algo de ruim está por vir. O quanto antes for diagnosticado e resolvido o defeito no Scanner, menor será o dano no veículo, caso o veículo tenha sofrido com o defeito.
  3. O diagnóstico reduz drasticamente o tempo de manutenção – Passando o carro no Scanner e identificando o problema com antecedência, você pode evitar um trabalho/tempo desnecessário procurando o defeito no veículo.
  4. Custo da manutenção reduzido – Identificando o defeito, você consegue substituir somente as peças que estão com defeito, sem a necessidade de trocar peças adicionais que estão em bom estado, o que reduz o custo de manutenção também. O seu bolso agradece.

Na MixAuto, você encontra a peça que o seu carro precisa por um preço super especial! Visite o nosso site e confira: www.mixauto.com.br.

Quais os problemas mais comuns que o Scanner Automotivo identifica?

Normalmente, os maiores problemas que enfrentamos no Brasil é com o combustível de má qualidade. O que faz com que sensores que tem contato direto com o combustível sofram mais.

É mais comum vermos sensores de oxigênio (sonda lambda), bicos injetores e velas de ignição apontando defeito no scanner, além de sensor MAP, sensor MAF entre outros.

Saiba como funciona a sonda lambda e a sua importância para o funcionamento do veículo. Clique nesse link e confira: https://blog.mixauto.com.br/o-que-e-e-como-funciona-a-sonda-lambda/

Mas esses são os mais comuns, pode haver um problema em qualquer outro componente, portanto é interessante fazer um diagnóstico preciso para identificar o defeito e ficar atento no que está acontecendo com o seu carro.

Quer saber como evitar problemas com o bico injetor do seu carro? Clique aqui e confira a nossa matéria exclusiva de bico injetor: https://blog.mixauto.com.br/como-evitar-problemas-com-bico-injetor/

Onde fazer o diagnóstico do seu carro

A MixAuto Center é o lugar certo pra fazer o diagnóstico do seu veículo. Temos profissionais especializados, além de possuir ferramentas de ultima geração para atender, como o Scanner ScanPad 071.

O ScanPad 071 é um dos Scanners automotivos mais completos do mercado com mais de 100 montadoras registradas, dentre elas modelos nacionais e importados, com amplas informações de todos os modelos cadastrados.

Fonte: https://blog.mixauto.com.br/como-funciona-o-scanner-automotivo-veja-4-motivos-para-fazer-um-diagnostico-no-seu-carro/